Assembleia aprova indicativo de greve caso haja adesão de outras categorias da educação

Maioria recusou indicativo de greve proposto pela Fasubra para o dia 23/10.

Durante assembleia geral do ASSUFOP na manhã desta terça-feira (10), no Centro de Convergência em Ouro Preto, a grande maioria dos técnico-administrativos aprovou o indicativo de greve dos trabalhadores caso haja também a adesão de outras categorias da educação. A proposta aprovada foi apresentada pela Direção do Sindicato. O indicativo de greve proposto pela Federação, a FASUBRA, para o dia 23/10 foi recusado pela ampla maioria dos presentes.

Uma nova assembleia foi convocada para o dia 24/10, onde serão debatidos os encaminhamentos deliberados na Plenária Nacional da FASUBRA, que ocorre nos dias 20,21 e 22/10, no Rio de Janeiro-RJ. A assembleia aprovou também a participação de três delegados que representarão os TAEs da UFOP na plenária. São eles Felipe Martins, Adilson Ribeiro e Tatiana Hundrel.

No período de falas da assembleia, trabalhadores e diretores do ASSUFOP afirmaram a importância da mobilização e da greve num período de supressão absoluta dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras. No entanto, sublinharam que é preciso ter cautela ao aderir uma greve alavancada apenas pela FASUBRA, pois a unicidade enfraquece as ações de luta e o poder de transformação da realidade. Foi salientado também o papel substancial da adesão de outras categorias da educação à luta, como docentes e discentes, para dar força à mobilização e, a partir disso, criar uma greve só da educação ou, no melhor das hipóteses, de todo serviço público.

Veja a galeria de fotos da assembleia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *